sábado, 3 de setembro de 2011

poema a Poseidon

Poseidon, deus poderoso,
rei soberano do mar furioso;
cuja simples mudança de humor provoca tormentas,
porém também apazígua rebentas;
pai dos cavalos, senhor dos terremotos,
ninguém o desafia, ninguém o derrota;
teu poder é igual a imensidão dos oceanos;
que reine sobre seus domínios por toda a eternidade
a ti louvo meu senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário